Siga o Suporte Ninja por email

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Obama defende criptografias e deixa os serviços de inteligencia frustrados

Barack Obama defende criptografias e deixa os serviços de inteligencia frustrados

Obama defende criptografias e deixa os serviços de inteligencia frustrados


Criptografia tem sido um tema quente em pauta nas últimas semanas, pois os serviços de inteligência ocidentais estão reclamando sobre criptografia por padrão em ferramentas de comunicação mais modernos, como smartphones.

O primeiro-ministro David Cameron recentemente começou a discutir sobre a possibilidade de banir os produtos com criptografia que os espiões britânicos não conseguem acessar, ele transpareceu pela primeira vez em um recente discurso antes de fazer lobby ao presidente dos EUA, Barack Obama sobre a questão, aparentemente sem sucesso.

Em uma entrevista com Re/code, Obama disse que ele é um “grande defensor da criptografia forte”, acrescentando: “Eu me inclino provavelmente ainda mais para o lado da privacidade do que facilitar a quebra de privacidade em nome da lei “.


“Em última análise, certamente isso é verdade para mim e minha família, todos nós queremos saber, se estamos usando um smartphone com criptografia, para envio de mensagens, e conversas privadas, “Não há nenhum cenário em que nós dispensariamos criptografias fortes.”

“Onde há uma situação em que nós estamos tentando fazer com que um caso específico de uma possível ameaça à segurança nacional – há uma maneira de acessá-lo? Se for descoberto que não é, então estamos realmente vai ter que ter um debate público “, disse Obama. “E, você sabe, eu acho que algumas empresas do Vale do Silício argumentariam que os danos causados pelo uso de qualquer tipo de criptografia são muito maiores.”

Obama também admitiu que as divulgações do Snowden têm afetado as relações entre o Vale do Silício e do governo americano. “As divulgações do Snowden eram realmente prejudicial em termos de confiança entre o governo e muitas dessas empresas.

A transcrição da entrevista completa, que também cobriu a guerra cibernética e uma variedade de outros tópicos, pode ser encontrada aqui neste vídeo

Obama se declarou em favor de criptografia


Fonte theregister.co.uk