Siga o Suporte Ninja por email

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Linguagem de programação criada por brasileiro cai no gosto do Vale do Silício

Linguagem de programação criada por brasileiro cai no gosto do Vale do Silício



Engenheiro formado pela USP cria linguagem de programação de computadores que conquista usuários nos grandes centros digitais do planeta e já ultrapassou marca de 116 mil downloads.


Linguagem de programação brasileira conquista o Vale do Silício

A Linguagem de programação criada por brasileiro já faz parte do dia a dia de milhares de programadores no Vale do Silício e nos principais centros de desenvolvimento de software no mundoElixira linguagem de código aberto criada por José Valim, dispõe de um gerenciador de bibliotecas e já ultrapassou mais de 116 milhões de downloads. Além disso, foi escolhida recentemente para a criação do software de empresas como Pinterest, GoPro e Zappos.
Em pouco mais de seis anos a linguagem Elixir passou a ser admirada por especialistas internacionais e mantém uma comunidade global de usuários ativa, responsável pela organização de um evento anual, o ElixirConf, realizado nos Estados Unidos e que dobrou de tamanho entre a primeira e a segunda edição. Neste ano, a previsão é reunir 600 entusiastas da linguagem de código aberto. Nesse evento, a linguagem é reverenciada como uma grande revolução na tecnologia de computadores.
Diferentemente dos concorrentes, a Elixir aproveita todos os benefícios das arquiteturas dos processadores de última geração. Funcional e moderna, a linguagem se tornou a base de diversos softwares utilizados por grandes companhias e foi concebida durante uma crise de lesão por esforço repetitivo.
José Valim notou que as linguagens de programação convencionais estavam defasadas em relação às novas gerações de hardware, que focam em máquinas com múltiplas CPUs (multi-core). Durante a pesquisa por alternativas até chegar ao conceito de Elixir, em 2012, Valim descobriu a tecnologia Erlang, criada pela Ericsson em 1986, que é utilizada há décadas por empresas de telecomunicação. Por atender sistemas de alta performance, a Elixir passou a ser conhecida não apenas pela comunidade de desenvolvedores, mas também por grandes companhias que dependem de softwares eficientes para alavancar seus negócios.

A linguagem Elixir se popularizou no Vale do Silício que a adotou em suas plataformas digitais

Popularizada entre as empresas do Vale do Silício, a tecnologia brasileira permite a construção de plataformas totalmente digitais para suportar o tráfego de milhares de dados em uma curta escala de tempo. Dessa forma, além das empresas e produtos 100% digitais, todos os outros setores da indústria podem adotar a linguagem em suas plataformas. Empresas da área de e-commerce, fintechs (startups de serviços financeiros), companhias de comunicação, consultorias e laboratórios de saúde são os que mais utilizam a inovação.
Graças ao Elixir, a Plataformatec, empresa da qual José Valim é cofundador, passou a ter uma legião de fãs no mundo inteiro. Criada em 2009, a companhia passou a oferecer consultoria na área e estruturou sua operação de forma a atender empresas de diversos setores. Valim é engenheiro formado pela Universidade de São Paulo e se tornou uma espécie de guru de desenvolvedores de softwares. Ele é também autor de dois livros sobre sistemas de computação que fizeram sucesso principalmente entre jovens da área digital. “Somos reconhecidos pela criação da linguagem Elixir e estamos constantemente em busca de novos formatos para atender melhor os usuários e os clientes da Plataformatec”, diz José Valim. “Atendemos clientes no Brasil e exterior, principalmente nos Estados Unidos, local de grande procura pelos serviços de consultoria de Elixir”.
Mas, afinal, qual é o grande diferencial que o sistema oferece? “Os nossos serviços ajudam os clientes a reduzir seus prazos de lançamentos e aumentar a qualidade de seus produtos digitais”, diz Valim.

Onde está a inovação do Elixir?

Ao contrário das outras linguagens (Java, C+ , Visual Basic), a linguagem Elixir foi criada para aproveitar todos os benefícios das arquiteturas dos processadores (chips) de última geração. Como o código é aberto, os programadores podem incrementar a plataforma e todas as novas criações são incorporadas ao sistema Elixir. Além disso, a linguagem atende a sistemas de alta disponibilidade, que necessitam de performance e escala, e a programação passou a ser utilizada não só pela comunidade de desenvolvedores, mas também por grandes empresas que utilizam softwares como base de seus negócios.
Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/03/07/internas_economia,664353/brasileiro-cria-linguagem-de-programacao-e-conquista-o-vale-do-silicio.shtml